Novidades!

A partir deste ano contamos com uma página da Cia. Terpsí Teatro de Dança no Facebook. Para saber o que está rolando por lá, acesse facebook.com/terpsiteatrodedanca e confira!

Anúncios

Agradecimento

Gostaríamos imensamente de agradecer a todos que tem nos parabenizado por mais ano de vida, e dividir essa alegria compartilhando algumas das muitas mensagens que carinhosamente recebemos através do perfil da Cia no Facebook. Obrigado!!!
Upa! tim tim! tutu! Parabéns, Carlota Albuquerque!
Cibele Sastre
Parabéns ao grupo de Dança mais antigo ainda em atividade que tão bem interpreta as questões contemporâneas do existir humano, um grande abraço a todos que participaram ao longo desses 24 anos de luta e arte.
Claudio Etges
Terpsí Teatro de Dança!
Um coração quase novo. Um coração idealista. Um coração como poucos. Um coração moleque que insiste em pregar peças no seu usuário. Um coração que na realidade está um pouco usado, meio calejado, muito machucado e que teima em alimentar sonhos, e cultivar ilusões. Um pouco inconseqüente que nunca desiste de acreditar. Um idealista… Um verdadeiro sonhador… Que não endurece, e mantém sempre viva a esperança de ser feliz, e verdadeiro. Um coração insensato que comanda o racional sendo louco o suficiente para se apaixonar. Um furioso suicida que vive procurando relações e emoções verdadeiras. Um coração que erra, briga, se expõe a paixão de Dançar. Um coração que sai do sério. Tantas vezes provocado, tantas vezes impulsivo.
Um desequilibrado emocional que, abre sorrisos tão largos que quase dá pra engolir as orelhas, mas que também arranca lágrimas e faz murchar o rosto. Um coração para ser amado, ou mesmo utilizado por quem gosta de emoções fortes. Um abestado indicado apenas para quem quer viver intensamente e, contra indicado para os que apenas pretendem passar pela vida matando o tempo, defendendo-se das emoções.
Um coração que na hora da prestação de contas diz: ” O Senhor poder conferir”, eu fiz tudo certo, só errei quando coloquei sentimento!

Parabéns Carlota Albuquerque, parabéns Terpsí e obrigado por cada momento!

Leta Etges